III Colóquio Violação de Territórios: debatendo o papel da universidade no avanço das políticas públicas sustentáveis.

di Diana Carolina Gómez Bautista 

Pubblicato il 1 aprile 2018


Data: 9 de março de 2018.

Local: Anfiteatro do CCSA- Universidade Federal de Pernambuco 

No âmbito do conjunto das atividades de pesquisa e assessoria às diversas territorialidades socioambientalmente tecidas no espaço geográfico, realizadas pelo grupo de pesquisa Movimentos Sociais e Espaço Urbano (MSEU), este III Colóquio Violação de Territórios “Debatendo o papel da Universidade no Avanço das Políticas Públicas Sustentáveis” pretende fomentar discussões e debates em torno de questões fundamentais ao processo de construção da cidadania no Brasil, razão pela qual se dará destaque, desta vez, ao papel da Universidade na consolidação de políticas públicas territorialmente sustentáveis.

Este tema geral se justifica, sobretudo, pelo fato de que, para o grupo MSEU, as políticas públicas constituem ações sociais fundamentais à construção da cidadania. Contudo, tais ações só se tornam eficazes quando se territorializam no espaço geográfico, não somente fazendo-se presentes nos territórios vividos historicamente tecidos na cidade e no campo, reduzindo o déficit social em termos de acesso aos bens de consumo coletivo; mas, ao mesmo tempo, levando em conta a complexidade inerente às especificidades culturais dos territórios a serem atingidos, no próprio processo de elaboração das políticas públicas, para o que a Universidade deve desempenhar papel fundamental.

Diante de tal ideia, o MSEU delimitou para as discussões e os debates do nosso papel “de Universidade” na sociedade algumas das questões que nunca deixaram de ter destaque em diversos espaços da sociedade, visando à retomada da necessária reflexão acerca do sentido do processo de produção do espaço do cidadão no Brasil. Dentre as questões objeto dos trabalhos deste III Colóquio, salientamos três: a produção da habitação para as classes sociais subalternas; as relações entre Movimentos Sociais e Estado no processo de construção do espaço do cidadão; e o papel da Universidade como uma das instâncias importantes no conjunto destas relações.

Temáticas das mesas

Mesa 1. Habitação e habitabilidade: uma questão socioambiental na América latina;

Mesa 2. A difícil relação entre Estado, movimentos sociais e territórios vividos.

Mesa 3. UNIBO and FICO Eataly World. Analysis of the cooperation between the University and public enterprises in the promotion of sustainable territorial development and of the Italian agricultural and food sector.